Home > Destaques > Destaque normal > Vice governador e secretária de educação de MT anunciam investimentos em escolas estaduais de Barra do Garças

Vice governador e secretária de educação de MT anunciam investimentos em escolas estaduais de Barra do Garças

O projeto de redimensionamento das escolas públicas implantado pelo governador Mauro Mendes beneficiará Barra do Garças com sete estruturas modernas e eficientes.

 

O anúncio foi feito pelo vice-governador Otaviano Pivetta e a secretária de Educação do Estado, Marioneide Angélica durante encontro com o prefeito Roberto Farias, ocorrido nesta segunda-feira (2).

Com a presença do deputado estadual Dr. Eugênio, vice-prefeito Weliton Marcos, o secretário de Educação, Albérico Rocha Lima, secretários, vereadores e representantes do Conselho Municipal de Educação e da Assessoria Pedagógica do Estado, o vice-governador e a secretária ouviram relatos que preocupam o governo: a situação precária das escolas estaduais.

O prefeito e representantes do município mostraram um quadro caótico das escolas do Estado, que deixaram de cumprir a sua função social diante da evasão escolar para as escolas do município (melhores estruturadas); prédios precários; falta de compromissos de governos passados com o mínimo de condição para o seu funcionamento; má localização (a maioria no setor central) e, principalmente, o reduzido número de alunos.

Durante a discussão, ficou criada uma comissão de planejamento para a elaboração de um relatório apontando as principais falhas e mostrando a necessidade de reordenar as escolas existentes em Barra do Garças para que o Estado volte a cumprir com suas obrigações e alivie a sobrecarga imposta ao município nesses últimos sete anos da gestão do prefeito Roberto Farias, que reformou e ampliou todas as escolas municipais.
“Nós queremos que o Estado assuma o seu papel, mas com escolas e ensino de qualidade. O vice-governador e a secretária ouviram os relatos e reconheceram que a estrutura existente em Barra do Garças é ultrapassada e que precisa ser modernizada para atender bairros como o Jardim Nova Barra, São José, Novo Horizonte, Palmares, Vila Maria, Recanto das Acácias, Anchieta, entre outros. Não é fechar escolas, é reordenar o ensino público e levar essas estruturas aos bairros para a demanda ser atendida”, disse o prefeito Roberto Farias.

Com 6,3 mil alunos matriculados nas 19 escolas estaduais, distribuídas na zona urbana e nas aldeias indígenas; e unidades que contam com apenas 47 alunos, como Escola Nossa Senhora da Guia, na modalidade integral, o vice-governador Otaviano Pivetta reconhece que será preciso investir para reverter esse quadro. Ele informou que vai aguardar o relatório da comissão de planejamento para anunciar as medidas, mas antecipou que o Governo planeja construir entre seis e sete escolas modernas em pontos estratégicos de Barra do Garças (bairros distantes) para um melhor aproveitamento dessas estruturas.

Ainda na reunião, Otaviano Pivetta e Marioneide Angélica propuseram ao prefeito Roberto Farias e ao secretário Albérico Rocha Lima o reaproveitamento de algumas das escolas que não cumprem a sua função em Barra do Garças. “Não será o fechamento de unidades, mas um redimensionamento para se adequar ao projeto implantado por este governo e atender as demandas dos bairros que não possuem unidades do Estado”, disse o vice-governador.

O encontro desta segunda-feira, segundo avaliação dos que participaram, foi um dos mais proveitosos já realizados pela cúpula da educação em Barra do Garças. Pela primeira vez uma secretária de Estado da Educação, acompanhada por um vice-governador, ouviu o que a comunidade cobra há vários anos: escolas que possam oferecer garantir um ensino de qualidade e com estruturas eficientes sem risco de desabamento sobre os alunos.

EAcontece | SECOM BG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *